Menu de acessibilidade. Ao pressionar a tecla tab você navegará pelos atalhos que permitem acessar áreas do site. Acessar conteúdo principal; Acessar formulário de pesquisa. Acessar mapa do site.

MPTO participa da primeira edição do Projeto “Natureza+Limpa”

Atualizado em 10/05/2022 09:46

 O Ministério Público do Tocantins (MPTO), por meio do Centro de Apoio Operacional de Urbanismo, Habitação e Meio Ambiente (Caoma), participou na manhã do último sábado,7, da primeira edição do Projeto “Natureza+Limpa”. A ação foi realizada no distrito de Taquaruçu e visou chamar a atenção da população para o descarte inadequado de resíduos sólidos e contaminação dos cursos d’água.


Na abertura do evento, o procurador de Justiça e coordenador do Caoma, José Maria da Silva Júnior, parabenizou a iniciativa da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), frisou a importância da educação ambiental e o envolvimento de vários setores da sociedade na busca de ações de sensibilização para os problemas da destinação dos resíduos sólidos e seus impactos nos recursos hídricos: “Em relação aos resíduos sólidos, nós sabemos ser um problema no país inteiro e passa pela mudança de hábitos diários para que se faça o descarte adequado, evitando assim a contaminação dos cursos d’água”, afirmou.


Na ação, foram recolhidos quase 500 kg de resíduos retirados das margens do córrego. Os materiais recolhidos serão destinados à Cooperativa de Produção de Recicláveis do Tocantins (Cooperan).


O projeto “Natureza+Limpa” é uma iniciativa da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh). Essa foi a primeira edição do projeto, que prevê seis ações ainda este ano.


Participantes


Também participaram da ação a Guarda Metropolitana de Palmas, Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), o 22º Batalhão de Infantaria, Defesa Civil Estadual do Estado do Tocantins, Rede TO Sustentável, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), BRK Ambiental, Corpo de Bombeiros do Tocantins (CBM/TO), a Cooperativa de Catadores, a Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), a Universidade Federal do Tocantins (UFT), o Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins (TJTO), o Comitê da Bacia Hidrográfica do Lago de Palmas (CBHLP) e a Ferpam.


Acesso Rápido